Como diz o título, são fragmentos da minha vida, alguns fatos marcantes, importantes, da rotina. E, é claro, como na minha vida existem várias pessoas, esse blog vai acabar virando "Fragmentos de várias vidas". Espero que seja divertoso!



Procurar no blog

sábado, 2 de setembro de 2017

Foi muito difícil...

Ter pedido demissão da Panini foi uma das coisas mais difíceis que já fiz na vida por vários motivos: estávamos numa fase de mudanças e realmente achava que dessa vez as coisas iriam melhorar, eu ia trabalhar com um dos melhores editores que conheço, a segurança de ter um dos trabalhos mais legais, estar numa área extremamente difícil de ingressar (e ficar), a segurança financeira, a rotina, algumas pessoas bem legais, o reparte de cada mês, etc. Mas tinha que fazer o corte naquele momento ou provavelmente nunca mais teria a coragem.
Por mais que eu parecesse estar decidida, por dentro eu estava (estou) cheia de dúvidas, medos, inseguranças. Acho que é esse friozinho na barriga que nos faz ir para frente, que nos faz tomar coragem para crescer.
Acho que nunca tem um momento certo para mudar de emprego ou fazer qualquer mudança radical na vida. Sempre vai ter algo que te segure ou que te impeça de cortar. O dinheiro, a oportunidade, o medo, o comodismo, a insegurança.
Em um dos episódios de Chef's Table, ouvi um chefe que disse que quando estamos no auge de qualquer coisa, é hora de dar o próximo passo, quando estamos no auge do nosso trabalho, é hora de sair, porque assim teremos novos desafios e não cairemos na rotina maçante. Não sei se estava no meu auge, mas tinha muitos sinais de que era hora de sair.
Talvez eu me arrependa amargamente dessa decisão, mas com certeza eu me arrependeria se não a tivesse tomado.
Um longo capítulo da minha vida se fechou e agora um grande desafio começa.
Vem comigo!

Nenhum comentário: