Como diz o título, são fragmentos da minha vida, alguns fatos marcantes, importantes, da rotina. E, é claro, como na minha vida existem várias pessoas, esse blog vai acabar virando "Fragmentos de várias vidas". Espero que seja divertoso!



Procurar no blog

quarta-feira, 30 de março de 2011

Não lembro o título...

Não sei porquê, mas me lembrei de um poema. Não lembro o título nem o autor, porém decorei quando eu estava, sei lá, na quarta ou na quinta série...

Ditinha, nossa doméstica,
É muito esperta e lampeira,
Mas às vezes, francamente,
Comete alguma besteira.


Certa vez, a mamãe,
Querendo fazer rabada,
Solicitou o auxílio
De nossa boa empregada.

Vá depressa ao açougueiro
E veja se não estaca
E pergunte ao seu Joaquim
Se ele tem rabo de vaca.

No caminho, então, Ditinha
Comelou a meditar:
"De uma pergunta como essa,
Seu Joaquim não vai gostar".
"A melhor coisa a fazer
É primeiro investigar.
Se ele tiver rabo de vaca,
Volto correndo contar."

Depois de uns trinta minutos,
Ei-la que surge afinal:
"Patroa, não pude ver,
Seu Joaquim usa avental!"

11 comentários:

Meire disse...

Também decorei esse poema, quando tinha a mesma idade que você. O título é "Essa, não", mas autor eu não sei.

Patrícia disse...

Também decorei essa quando estava no quato ano e até hoje lembro dela decor

camisetas personalizadas disse...

Olá!
Também lembro desse poema.
Muito legal saber que como eu outras pessoas lembra.
De vez enquanto eu conto para meus dois filhos.
Um grande abraço.

Adilson

Blog do armando disse...

me lembro também, andava procurando ele

Damaris Araujo disse...

Também decorei, e me lembrei agora pouco, procurei no google e caí aqui.A histórinha é tão engraçadinha que todos acabam decorando.
Abraços.

José Inácio Coelho disse...

Mais um que decorou essa!!
(até tive que declamara na 2ª série :) )

Pedagogas Unilago disse...

começo a pensar que há algo por traz disso, eu tenho essa história cravada na minha memória, e não esqueço por nada, também decorei na escola quando criança.

Unknown disse...

Estou com 48 anos...quando decorei tinha 7 anos...faz um tempinho em rsrsrs

Julia Porto Rodrigues disse...

Eu também decorei esse texto, não lembro o ano,mas como tenho 47 anos acredito que tenha sido na mesma época que todos os outros!

Unknown disse...

Nossa! Achei o poema!!!

Unknown disse...

É....acho que foi uma época muito especial....também tenho este poema na cabeça até hoje...